30 de agosto de 2011

Olha que coisa mais linda!

Sempre que vou a casa da minha mãe descubro (ou redescubro) um monte de coisas novas ou que já não me lembrava. Desta vez não foi diferente: entrei no "quarto da costura" e assim que olhei para estas duas peças, os meus olhinhos até devem ter brilhado. São duas miniaturas: uma máquina de costura antiga a pedal (a minha avó tem uma destas em ponto grande, mas já não funciona) e um ferro de engomar antigo, a carvão (chegámos a ter um assim, em ponto grande, na nossa sala, mas não sei que foi feito dele...). Não são absolutamente deliciosas?






"- Um dia podem ficar para mim? 
- Podem :)"

Empadão de bacalhau.

É a coisa mais fácil que existe, mas eu nunca tinha feito empadão. Hoje, como não sabia o que cozinhar e bacalhau desfiado era das poucas coisas que havia no congelador, lembrei-me de experimentar! Ficou aprovado :) Usei cebola, pimento verde, tomate, bacalhau desfiado e puré de batata de pacote (tenho de comprar um passe-vite!).


27 de agosto de 2011

:D

Uma semana, três entrevistas, um telefonema:

"gostaríamos que viesse trabalhar connosco"

YES!

(agora vou só ali beber um copinho de água com açúcar e convencer-me de que vai correr tudo bem e que vou corresponder às expectativas e coiso-e-tal e assim-assim)

25 de agosto de 2011

Vá lá...

Chega de pausas, sim?
Deixem-me que repita: a blogosfera é uma seca no Verão!

Será um passo a passo? :)

21 de agosto de 2011

E por falar em férias...

...lembrei-me que nunca cheguei a mostrar as fotografias da casa onde ficámos. Temos uma amiga que tem um patrão que muita a gente gostaria de ter. Há uns anos ele comprou uma casa no Algarve por uma pechincha, totalmente mobilada e equipada... para uso dos funcionários. Cada um pode reservar uma semana por ano e levar os familiares ou amigos para passar férias, sem pagar um tostão (a casa tem capacidade para 6 pessoas). Água e luz são pagos pela empresa e caso a garrafa do gás acabe e seja preciso comprar outra, é só levar a factura para o reembolso. Custa acreditar que ainda haja pessoas assim, não custa? A única coisa que cada um tem que fazer é deixar a casa limpinha para o colega que vem na semana seguinte.

Como essa nossa amiga acabou por mudar de ideias quanto às férias, perguntou-nos se nós queríamos aproveitar a casa, uma vez que estava reservada. Ora nós ficámos muito tristes, claro :) A caminho, fizemos um esforço para não criar muitas expectativas (o tuga tem a mania de estragar tudo o que lhe é "dado" e achávamos que íamos encontrar um espaço um pouco mal-tratado), mas ficámos agradavelmente surpreendidos :) A casa está um mimo, vê-se que os antigos donos a decoraram com gosto e, provavelmente, depois viram-se na necessidade de a vender. E sobretudo, está muito bem estimada por aqueles que tiram proveito dela. Foi mesmo muito bom!

Aqui ficam algumas fotografias:








 

Ficamos contentes com pouco :)

Uma coisa que andávamos para comprar há imenso tempo era um grelhador. Só tínhamos um daqueles normais de usar no fogão, que de anti-aderentes não têm nada e que se agarram e desfazem a comida toda. Para além de que não deixam a gordura escorrer. Mas, não sei porquê, só andávamos a considerar aqueles xpto coiso-e-tal, que custam os olhos da cara e ainda não tínhamos comprado nenhum. Acontece que a casa onde fomos passar férias em Portimão, tinha um grelhador simples, apenas com uma resistência, uma grelha e um reservatório, que nos fez as delícias enquanto lá estivemos!
É claro que assim que chegámos fomos a correr comprar este, muito em conta:



Estamos completamente fãs e agora, tal como se quer no Verão (oi? Verão? onde?), as nossas refeições consistem muitas vezes em peixinho ou carninha grelhada, mais ou menos assim:


Huummm :)

20 de agosto de 2011

Do esquecimento.

Lembro-me que a minha mãe costumava contar, a rir-se, que uma vez encontrou uma nota de 5000$00 num bolso das calças do meu pai, antes de pôr a roupa para lavar. Diz ela que guardou os 5 "contos" (como se o dinheiro não fosse de ambos :)) e que ele nunca mais viu a nota nem deu pela falta dela.
Acontece que, sempre que estou a pôr umas calças do Bruno para lavar, lembro-me dessa história e verifico todos os bolsinhos. Só que arranjei um namorado assim pró pobre, que nunca anda com dinheiro nos bolsos. E mesmo que andasse, nunca na vida se esqueceria que tinha ficado uma nota no bolso. Às vezes, quando ouço barulho de papel ainda penso "é desta!" mas depois percebo que é apenas um recado qualquer. De maneira que temos pena! Mas que eu não me importava de encontrar umas notinhas esquecidas de vez em quando, lá isso... :)

(isto, porque ontem pus uma nota de 20€ para lavar e a Selma disse-me que não me preocupasse, que também já lhe aconteceu várias vezes, uma vez que o marido se está sempre a esquecer das notas nos bolsos! tenho de os juntar a ver se a coisa se alastra, lol)

19 de agosto de 2011

Tão simples e por vezes tão difícil.



Campanha "Stronger Marriage", Utah.

Chegaram os catálogos :)



Tão lindinhos que eles são... e tão repetitiva que eu estou!
Os catálogos são ao calhas ou os meus vizinhos são quase todos fãs do Ikea? :)

18 de agosto de 2011

Progressos.

Ontem fomos às compras e ficámos com algum pão a mais. Adormeci a pensar, entre outras coisas, que quando me levantasse não me podia esquecer de congelar o excedente, para não se estragar. Qual não é o meu espanto quando, hoje de manhã, vou à procura dele e não está no cesto do pão? Intrigada, acabo por o encontrar já no congelador, em saquinhos, separado em porções de 2-3 fatias, tal como costumo fazer. Uau. Eu, que volta e meia ando pelos cantos a reclamar que "se me esqueço de fazer alguma coisa, posso ficar descansadinha que ninguém a faz por mim", hoje tenho que dar a mão à palmatória. Há esperança nesta casa!
Agora resta-me a mim fazer progressos também, que as luzes acesas pela casa são o meu calcanhar de Aquiles e isso tem gerado algumas discussões ultimamente. Tinham de me fazer tão distraída?

Memórias.

Lembro-me de ser miúda e de ir com o meu pai, em segredo, ao Marcolino (ali na Rua de Passos Manuel, ao pé de Sta Catarina), para comprar uma prenda para a minha mãe. Não sei se era Aniversário, Natal ou Dia da Mãe, mas o meu pai já sabia o que íamos buscar. Era um relógio que fazia parte de uma colecção que incluía outros relógios, alusivos a outras profissões. Talvez a minha mãe já o tivesse visto e o andasse a namorar, não me lembro.


Há uns meses voltei a encontrá-lo em casa da minha mãe. Já não tem a bracelete original (nem a que teve depois dessa), não é um relógio de uma marca ou modelo xpto e já está com muitos riscos. Ainda assim, desde que o voltei a ver que o ando a namorar. A minha mãe ainda não sabe, mas um dia destes ele vai morar cá em casa e passear no meu pulso :)

17 de agosto de 2011

E já que falamos de botões...


...é favor enviar estas duas aqui para Carregado City, sim?


Daqui, muito baratinhas... NOT.

Ó Carla, tu é que eras menina para fazer umas assim, não? :)

Botões

 


Bem sei que são para usar, mas às vezes custa-me imenso despedir-me deles! Foi o caso destes dois que, a meu ver, são lindos e parece que foram feitos para aqui. Em cima uma rosa dourada e em baixo um lindo madre-pérola.

São dois dos porta-lenços que fiz para a feira, mas gostei tanto deles que acabaram por ficar cá :) Por isso, por enquanto ainda estão disponíveis, caso alguma de vocês se apaixone tanto por eles como eu!

16 de agosto de 2011

Tenho um post-it cheio de coisas para fazer e onde é que eu estou há uma boa meia hora??



A culpa é da Carla! É tããooo mais giro ver o catálogo online! Pareço uma criança a ver o catálogo dos brinquedos pelo Natal: "quero isto, quero isto e isto... e também pode ser isto e..."

15 de agosto de 2011

Nem de propósito.

Hoje saímos para passear de mãos vazias e a Matilde voltou com um presente de uma amiga nossa :) Isto não tem jeito nenhum, esta chisca de gente já ter um trikini e a mãe ainda não! Mas tenho de admitir que a garota parece gente grande lá dentro. À falta de um, agora terá 3 fatos-de-banho! Agora é que eu vou mesmo ter que encher a piscina dela na varanda, para dar uso a este equipamento todo :)


(e eu sou uma mulher cheia de coragem, que estive uns largos minutos com a criança sem fralda, em cima da nossa cama, até conseguir fotografias de jeito!)

14 de agosto de 2011

A caminho.


Já disse que é muito chato ter uma menina? Uma seca... um horror!
Sobretudo nos saldos :)

12 de agosto de 2011

A vida às vezes merecia um par de estalos.

Esta mania que ela tem, de nos mostrar coisas nos momentos em que mais precisamos de as ver, já me enerva. Porque depois fico assim, de lágrimas a escorrer pela cara abaixo, porque justamente quando decido desistir de tudo, algo me diz que não e eu volto à estaca zero, que é como quem diz, fico sem saber o que fazer.
Hoje, enquanto respondia a um anúncio, procurava alguma notícia sobre os Cursos de Culinária Saudável que fiz há quase 2 anos. Encontrei uma que ainda não tinha visto, escrita por alguém que frequentou o 3º curso, que pertencia à Câmara Municipal e andou sempre de câmara em punho. E bateu uma saudade... pareço certos clubes de futebol, que vivem das vitórias passadas, falam falam e não os vemos a fazer nada. Eu ultimamente só recordo, porque de resto... Tenho tantas ideias e tanta vontade de as pôr em prática que me dói o coração perceber que neste país só há espaço para o voluntariado e toda a gente acredita que as pessoas andam a trabalhar com ar e vento na barriga.

Clicar na imagem para ler a notícia completa e depois clicar em + fotos para ver algumas fotografias.

Estas palavras bonitas vieram remexer na ferida que teima em não sarar. Estou tão farta e cansada...

11 de agosto de 2011

:(

E é só, obrigada.

6 de agosto de 2011

Gosto muito de...

Esta é uma colecção cujo objectivo é promover a adopção de hábitos alimentares mais saudáveis entre as crianças. É composta por 5 livros diferentes e faz parte do programa PASSE - Programa Alimentação Saudável em Saúde Escolar. São histórias interactivas, nas quais o adulto lê a narrativa e cada criança, quando chegar a um buraco na história, tem que escolher uma entre duas propostas. Estas actividades resultam melhor, se depois as crianças forem provar os alimentos sugeridos nas histórias!

Para fazerem download dos livros basta clicar em cada imagem. Se gostarem, toca a comprar para usar aí em casa! :)





4 de agosto de 2011

Billy

A minha sala aguarda pacientemente uma estante deste género, mais alta, mais larga e com algumas portas de vidro, de modo a preencher a parede atrás do sofá. Enquanto isso, eu vou acumulando livros e outros que tais, para depois a rechear bem recheadinha.

Bom dia, pessoas! ☺

 

3 de agosto de 2011

Nervoso miudinho.



Já disse que, de há uns meses para cá, a minha mãe vai todos os Sábados buscar trabalho a uma loja de tecidos? Digo-vos, aquela loja é uma vergonha, é o que é. Uma pessoa entra lá dentro e perde-se! Quanto a mim, não consigo evitar as borboletas na barriga, de cada vez que tenho tecidos novos. Às tantas, gosto tanto deles que em vez de os usar, fico só a olhar, como quando a máquina chegou :) A estes, que comprei nessa tal loja (já cá estão há algum tempo mas só ontem usei pela primeira vez a maior parte deles), já se juntaram mais 5 que encontrei numa loja em Vila Franca. E hoje, as palavras da minha mãe "vou-te arranjar uns tecidinhos bonitos na baixa, que estão a 1€ o metro" foram música para os meus ouvidos.

Criquices

Antes
Depois
Já tenho esta cesta mimosa há algum tempo e decidi embelezá-la um bocadinho :) Usei algumas sobras do quilt que fiz no ano passado. O debruado deixa muito a desejar... infelizmente já me esqueci de muito do que aprendi! Que pena que eu tenho de nunca mais ter assistido a nenhuma aula... :(

2 de agosto de 2011

Quem resiste...


...a uma plantinha cor-de-rosa? ♥

(eu acho que é uma variedade de Coleus, mas não tenho a certeza... se alguém me souber dizer, agradeço!)

1 de agosto de 2011

e se eu pedir com jeitinho?

Lema da semana:


Este mês a minha mãe vai participar na feira da "terra" com algum artesanato e perguntou-me se eu queria fazer algumas coisinhas para expôr lá. Eu já ando a pensar nisto há algum tempo mas não sei se tenho pedalada para a coisa. Acho que é demasiada areia para a minha inexperiente camioneta :) No entanto, já decidi que esta semana é para fazer coisas. Para sentar na máquina de costura e produzir, nem que sejam apenas meia dúzia de modelos diferentes. E mais: atrever-me e experimentar coisas novas. A ver vamos!

Me-do.

Começam a chegar-me à caixa de e-mail sugestões de trabalhos manuais para oferecer no Natal. Faço as contas e percebo: faltam 5 meses. Mesmo assim e apesar da chuva, estamos em pleno Verão... não será um bocadinho cedo?