29 de maio de 2008

Sentir o coração apertadinho...

...por saber que o dia começou tão perto e vai terminar a milhares de km de distância. Sentir o coração apertadinho por saber que pode ser por um mês inteiro.

Ultimamente...

...ando assim, sem saber bem como. Não sei se estou feliz, se estou triste, ou se estou só com medo. Ser crescida não tem piada nenhuma. E esta coisa de ter que tomar decisões importantes, daquelas que podem definir o meu futuro... tem muito que se lhe diga. Num dia sinto-me capaz de fazer mil e uma coisas e no dia seguinte sinto que nada vai dar certo. Num dia quero é desafios e no outro convenço-me que só vou ser uma desilusão, para mim e para os outros. Sinto-me pequenina e que não quero mais aventuras. Não sei o que me espera daqui a alguns meses. Ao mesmo tempo que o meu coração anseia que chegue a hora... dou por mim a chorar apavorada. Quero muito... e muito pouco.

Ultimamente ando assim. Indefinida.

13 de maio de 2008

Descobri...

...uma colecção de cartoons tão linda, tão linda! Chama-se Pon and Zi e são dois bonequinhos. Não se sabe qual deles é o menino ou a menina, mas são namorados. :) O seu autor chama-se Jeff Thomas e o site é www.azuzephre.net. Lá tem muitos, muitos outros cartoons Pon and Zi. Todos adoráveis. Que vontade de os pôr a todos aqui!

mais 2 dias e um bocadinho...

Vira o disco e toca o mesmo.

Ainda agora o semestre começou e a época de exames (a minha última) já está aí à porta. Acumulam-se os trabalhos e outras coisinhas chatinhas para fazer. Começa o stress dos apontamentos que não estão em dia. É o pânico de não saber resolver os casos clínicos e as promessas do semestre passado que se ouvem ao longe "Ai...que eu p'ró próximo semestre vou resolver os casos todos a tempo e horas!" Começa o friozinho na barriga de quem sabe que, para não variar, se baldou demasiado.

É vira o disco e toca o mesmo. Agora é acelerar o passo, ou isto vai correr mal. Ai vai, vai.

12 de maio de 2008

Chumby

Quero um brinquedo destes!

Yorn Power Extravaganza

Sou bem capaz de me habituar a isto.