29 de setembro de 2012

Quem diria...



...que eu ainda havia de ter uma filha loira?

28 de setembro de 2012

O menino Ikea...


...andou a inspirar-se na minha cozinha!! LOL

26 de setembro de 2012


É o meu bebé.
Chama-se Gonçalo e é um pedaço de mau caminho :)

p.s. para quem está pouco habituado a ver ecografias, a imagem mostra um bebé de perfil, a chuchar no dedo! vê-se bem o bracinho dele levantado e a mão fechada ;)

25 de setembro de 2012

"Estou no lodo!"

Aqui há tempos fomos ao cinema ao Dolce Vita Tejo. Bilhetes comprados, decidimos ir buscar pipocas (mandem-se ao ar, atirem pedras, cinema para mim é com pipocas, ainda que o pacote fique praticamente vazio ainda antes de começar o filme) e lá estava uma rapariguita sozinha ao balcão, com 1976355 pessoas na fila, a suar por todos os poros. Quando finalmente chegou a colega para a ajudar, comentou: "Txi, estás no lodo?!" e eu não consegui deixar de sorrir :)
A expressão não é propriamente bonita, mas não podia ser mais apropriada e trouxe boas recordações de outros tempos. Enquanto andava na faculdade trabalhei em restauração, primeiro num centro comercial, naqueles quiosques de café que estão por lá espalhados e depois numa pastelaria. Ainda hoje, às vezes, sinto saudades do ambiente e do ritmo, sobretudo deste último sítio onde estive. Adorava servir à mesa. Mesmo!
Foi nessa altura que ouvi a expressão a primeira vez. Lembro-me de ficar a olhar com uma pinga, de pensar "estás onde?" e de me explicarem, como quem transmite toda a sua sabedoria: "estás no lodo quando tens louça por todo o lado, imensa coisa por fazer, clientes sempre a chegar... e não sabes para onde te hás-de virar primeiro!" Não tardou muito a experimentar a sensação ;)

Tudo isto para dizer que... neste momento eu também estou no lodo! O que não é necessariamente mau :)

24 de setembro de 2012

Gosto tanto, mas tanto...



... da nossa "sala nova"! É que não me canso de olhar para a tão aguardada estante :) Agora só me resta uma questão mais que pertinente: e agora quem vai limpar o pó a esta tralha toda?

23 de setembro de 2012

Ainda do Verão que agora termina.



Foram oferecidos à Matilde e vinham num cartãozinho que dizia "Little Girls". Ora, com 1,62m eu também não sou propriamente grande, não é verdade? :)

Abastecer.



Em casa da minha mãe há gavetões assim. É natural que, para além de mim própria, os meus carrinhos de linhas também voltem mais gordinhos de cada vez que lá vão :)

22 de setembro de 2012

20 semanas.


Estas 20 semanas parecem-me (e estão!) bem mais volumosas que na gravidez da Matilde. Desde que passou o tormento de aguardar pelas 12 semanas, tem sido uma gravidez muito serena. As semanas passam sem eu dar conta e acho que foi preciso, há coisa de duas semanas, sentirmos os dois (pai e mãe) os primeiros pontapés oficiais para eu me sentir realmente a carregar um bebé na barriga... e mexe tanto! Diz que é para a semana que sabemos se cá dentro está um crianço ou uma criança :)

21 de setembro de 2012

Aproveitar o que não presta.

Este ano, assim que começaram a aparecer as primeiras cerejas, lembrei-me que há algum tempo que pensava em fazer almofadinhas de caroços de cerejas. Para quem não sabe, estas almofadinhas, à semelhança das almofadinhas de cereais (que também estão nos meus planos), servem como almofadas térmicas, óptimas para substituir, consoante a situação, o saco de água quente (colocando no microondas uns minutos) ou o gelo (colocando no congelador umas horas). Podem ser usadas também para aquecer a caminha dos bebés antes de os deitar, agora que o frio se está a aproximar!

De maneiras que, nessa altura, decidi enviar sms a alguns amigos a pedir um pequeno favor: que quando comessem cerejas, colocassem os caroços à parte e que fossem colocando esse recipiente ao sol, para secar. A minha mãe tinha-me dito uma vez que este processo era suficiente. Eu achei estranho e mais tarde percebi que não. Muitos caroços ganham bolor e não é nada higiénico deixar aqueles bocadinhos de cereja agarrados que mais tarde acabariam por absorver humidade novamente e... blhac.

Caroços secos ao sol, antes de serem lavados.
Descobri que os caroços devem ser então submetidos a um processo de lavagem. É um processo muito simples mas, confesso, bastante demorado e... nojento! lol  Basicamente consiste apenas em colocar os caroços num recipiente com água e, de x em x tempo (eu era quando ia à cozinha e me lembrava e calçava umas luvas de latex para o efeito) ir esfregando uns nos outros e mudar a água, repetindo até se soltarem todos os resíduos. Depois, aí sim, colocar ao sol uns dias até secar.


Eu quase não comi cerejas, mas tenho amigas queridas que se lembraram do meu pedido e me trouxeram grandes caixas e sacos cheios de caroços :) a primeira leva já está lavadinha. Às vezes há uns caroços que ainda parecem ter restinhos, mas são apenas manchas mais escuras. Agora é tratar da segunda e creio que terei caroços suficientes para fazer algumas almofadinhas para oferecer no Natal!!

Lavadinhos e prontos para encher as almofadas!

19 de setembro de 2012

O meu Bob, o Construtor :)


Passados 2 anos, a casa toda do avesso e uma sala a ficar finalmente pronta!
Ela já cá está :)