30 de junho de 2011

Quanto a nós...



...cá nos vamos aguentando, nestes dias complicados. Passar o dia entre a praia e o sofá é uma canseira de todo o tamanho, por isso vamos andando como podemos! :)
Esta tarde, depois do almoço e enquanto a Matilde dormia a sesta, fomos os dois até uma esplanada comer um geladito. Eu, que sou completamente fã de after-eight, que adoro o Carte D'or de menta e chocolate, que amo chocolate quente com menta e tudo e mais alguma coisa que junte estes dois ingredientes, depois de ver este post, não descansei enquanto não lhe pus as mãos (e os dentinhos) em cima. Claro está que adorei (já sabia disso antes mesmo de provar) e já sei que gelado vou comer no resto do Verão! Humm :)

Patinha






Chegámos ao Algarve na passada 2ª feira (e com muita pena minha, as férias já estão a poucos dias de terminar) e todas as caras esquisitas que a criança fazia ao tocar com os pés, mãos ou qualquer outra parte do corpo na areia, desapareceram ao fim de alguns minutos. Já come areia, rebola na areia, atira com areia para os olhos (e desata num berreiro)... portanto, está tudo dentro da normalidade. Fica completamente histérica quando chega à borda da água e foge da toalha como o diabo da cruz, em direcção ao mar. Estou a pensar seriamente em comprar uma trela e amarrá-la ao guarda-sol, só assim naquela de me poder deitar um bocadinho (oh... belos tempos em que a punha no ovo e ela ficava lá quietinha!). É fã de óculos de sol, tanto que a "tia" Teresa, que veio connosco de férias, lhe comprou uns só para ela. Fica toda feliz e bate palmas quando lhos pomos nos olhos. Outras vezes tira-os imediatamente, mas até me espanta o imenso tempo que ela se deixa estar com eles. É mesmo vaidosa, o raio da miúda. Não sei a quem é que ela sai!
O tio Vasco também veio connosco, de maneira que tem sido uma risota. Ela mete-se com ele, ele corre atrás dela, ela foge e solta gritinhos nervosos, ele pára, ela volta a meter-se com ele... e por aí fora. Têm sido tão bons, estes dias.

25 de junho de 2011

Todos os dias te amo um bocadinho mais.
Qualquer dia não cabe tanto amor aqui dentro! :)

24 de junho de 2011

Vizinhança.

Já aconteceu torcerem o nariz quando digo onde moro (é um bairro com muitos prédios, onde moram muitos brasileiros, africanos e ucranianos), mas a verdade é que o nosso prédio está sempre a cheirar a limpo e temos vizinhos simpáticos, que colocam à entrada do prédio coisas assim:


E no outro dia havia cidreira num garrafão cheio de água, para quem quisesse levar e secar!

22 de junho de 2011

Ponto 31







Sem qualquer pretensão de terminar a lista que fiz no início do ano, ainda vou riscando alguns pontos. Aos pouquinhos, bem devagarinho, a nossa casa vai ganhando forma e é cada vez mais nossa. Ao fim de tanto tempo, conseguimos finalmente mobilar o quarto da piolha. Agora sim, temos um quarto de criança que é mais que 4 paredes pintadas!
Se enquanto estávamos a escolher e a montar os móveis eu estava céptica a pensar se tudo iria resultar bem em conjunto, agora não me canso de olhar para o quartinho dela, de tanto que gosto do resultado. É um quarto a pensar no futuro e, apesar de pequeno e estreito, acho que conseguimos que ficasse acolhedor. Quando ela passar para a caminha grande o berço sai e fica mais espaço para ela brincar ou para depois colocar uma secretária. Ainda falta pendurar umas coisas giras, tenho de descobrir onde e como!

21 de junho de 2011

Olá querido Verão!


Não peço nenhuma viagem para um país paradisíaco, nem sequer muito calor. Já me contentava com uns diazinhos com uma vista parecida com esta, durante as próximas semanas, pode ser?

20 de junho de 2011

Há 27 anos...


...num dia que ainda há-de ficar marcado na história (lol), nascia o meu fotógrafo preferido! :) Ao contrário de outros anos, hoje está aqui pertinho de nós e eu estou muito sentimentalona. Viva!

15 de junho de 2011

Novas experiências.

Num destes Domingos aproveitámos e fomos até ao Baleal. Cá o tempo estava muito bom, mas lá é sempre uma incógnita e, como de costume, estava nublado. Mas não esmorecemos e fomos na mesma enterrar os pés na areia e molhá-los no mar pela primeira vez este ano. Para a Matilde, foi a primeira vez na vida que entrou no Oceano Atlântico, lol. Já tinha posto os pés na areia no ano passado, mas era ainda muito bebé, por isso a reacção dela não foi de estranhar! Ficam os vídeos da esquisitinha :)

video
Pézinhos na Areia
 "Ai, sou tão fina, nem sei se toque, se não toque!"

video
Pézinhos no Mar
"Isto até é capaz de ser giro, mas está fria!"

13 de junho de 2011

Deve ser uma das leis Murphy...

Invariavelmente (e apesar de vir sempre ansiosa por entrar em casa), assim que estaciono o carro, fico mais uns minutos a ouvir a música que acaba de começar no rádio e, às vezes, a seguinte também. Chegar a casa do trabalho à hora do Oceano Pacífico também não ajuda... mas as melhores têm mesmo de começar sempre quando eu chego?

Blog.

Tenho saudades de ter disponibilidade (horária e mental) para o blog. Nas últimas semanas quase só tenho vindo ao computador por obrigação, porque os raros momentos livres se revelaram absolutamente preciosos para tudo o que o trabalho me roubou. No entanto, como disse, tenho saudades. De escrever e de vos ler. Avizinham-se dias mais calmos... espero que ainda exista vida desse lado, apesar das minhas ausências dos últimos tempos :)