6 de setembro de 2011

Renascer.

Pensei que tinha aprendido a lição aqui, mas pelos vistos não. Quando a linda lantana que comprei há pouco mais de um mês (eu não digo que elas até tremem quando sabem que vêm viver cá para casa?) começou a secar e a secar... decidi, com muita pena, deitá-la fora. Mas adiei a tarefa e há uns dias, quando fui à varanda, tive esta boa surpresa:



À primeira vista até pensei que fossem ervas daninhas, mas não! Nos ramos aparentemente secos, começaram a brotar novas folhinhas :) Agora o que é que eu faço aos restantes ramos? Corto tudo? Deito os pés fora e transplanto apenas aquele que tem folhinhas novas? Isto das plantas tem que se lhe diga... como é que sabemos quando elas estão realmente mortas ou não? Ajuda precisa-se :)

4 feelings:

Dina disse...

Não sou uma boa ajuda nesta área. Cá em casa morre tudo ;)



Sofia disse...

Também não te posso ajudar, não percebo nada de plantinhas (infelizmente).



Raquel Úria disse...

Corta os ramos secos com uma tesoura, só para abrires espaço para as folhas novas crescerem e evitares que os caules mortos apodreçam. Está tão linda!



Débora disse...

Obrigada, Raquel :)
Está linda? Só podes estar a ser irónica :) Está uma desgraça! lol



Enviar um comentário