25 de março de 2011

Aprendam, que eu não duro sempre:

bufar
(origem onomatopaica)
v. intr.
1. Expirar com força inchando as bochechas.
2. Bazofiar.
v. tr.
3. Alardear.
v. pron.
4. Expelir bufas.

Daqui.

Tem que vir aqui a mulher do Norte para vos ensinar umas coisas, pá!

E agora vocês perguntam:
Débora, a Matilde apagou a vela??
E eu respondo:
Claro que não! Devia ter calculado que, mesmo depois de semanas de treino intensivo, a criança ia ficar a olhar para a vela com uma pinga gigante, como se nunca na vidinha tivesse visto semelhante. E eu de lágrima no olho: "Bufa filha, buuuuuufa! Tu sabes, vá láaaa... Faz a vontade à mãezinha, que és linda". Pois sim. Bufa tu e é se queres.

(Estou viva? Estou... ainda. Mas agora vou só ali dormir umas horinhas, que também faz falta. Assim que puder volto a dar sinal de vida.)

4 feelings:

Raquel Úria disse...

ahahahah "Ora toma lá mamã que é para aprenderes. Quem é que manda aqui afinal?" - pensa a Matilde enquanto sorri satisfeita ao final do dia.



mãe pimpolha disse...

O meu Edu nem aos dois anos quis bufar as velas. LOL
Talvez agora com os 3.
beijocas



Charlotte disse...

Lol é normal ainda é muito pequena ;)
BJS



Andreia disse...

Adorei a ideia de ensaiar. Quero ver se a aplico cá em casa!



Enviar um comentário