6 de abril de 2009

The same old story.

Esta minha mania de deixar tudo para a última não tem maneira de acabar. Nem todo o sofrimento por que passei ainda há pouco, nas vésperas de entrega dos trabalhos do estágio me serviu de lição. Não consigo! Não consigo mesmo. Com duas semanas de antecedência sou capaz de estar uma tarde inteira a olhar para um écran, sem trabalhar rigorosamente nada. Se for na véspera, faço este mundo e o outro. Trabalho melhor sob pressão e odeio-me por ser assim. Depois vêm os sentimentos de culpa e os adianços. O pior é quando já não dá para fugir com o rabo à seringa. Devem contar-se pelos dedos de uma mão os exames que fui fazer sem dizer "Não consigo" (por acaso até nem me lembro de nenhum, mas deve ter havido). Hoje disseram-me que sou uma pessoa que gosta de desafios. É verdade. Só faltou dizer que, na hora da verdade, choro baba e ranho e acredito piamente que não sou capaz. Não são fitas, nem "coitadinha de mim"... naqueles momentos só me apetece desaparecer. E nem todas as histórias que tenho para contar, nem todos os exames em que, afinal, fui capaz, me servem de lição. Porque acho sempre que "desta vez é diferente".

Tudo isto para dizer que dia 22 deste mês é o meu exame final (lagrimazinha no canto do olho). Se tudo correr bem, dia 22 à tarde já serei oficialmente nutricionista. Tenho estado a trabalhar para deixar já pronta uma apresentação que tenho no dia 19 mas ainda me falta preparar o exame propriamente dito. Até lá dou consultas às 2as e 4as. E tenho umas jornadas de Endocrinologia. E mais uma 5a em que dou consultas no Hospital. E a Páscoa.

Tudo isto para dizer que começou o friozinho na barriga. Não tarda vem o pânico e depois, o choro. É que eu já vi este filme muitas vezes... e já sei a história de cor e salteada.

1 feelings:

Diana disse...

Caro Porto...
Lamento informã-lo mas Lisboa vai ganhar uma nova Nutricionista.. Débora ( qual é o teu ultimo nome??)



Enviar um comentário