2 de janeiro de 2013

Bolinhos de bolina.




Apesar de a época natalícia ser temida pelos doces que costumam estar presentes, a maior parte deles sempre me passou um pouco ao lado: provava daqui e dacolá mas não era propriamente uma perdição. No entanto, aquilo com que crescemos fica-nos na memória e quando passei o primeiro Natal cá em baixo confesso que fiquei um pouco desconsolada. Não faltavam coisas boas, mas faltavam os protagonistas das Ceias de Natal com que cresci: as rabanadas, a aletria (que lá em cima é feita de forma a ficar rija e depois é partida, no prato, em cubinhos) e os bolinhos de bolina. E, para mim, estes últimos são O doce de Natal! Aquele doce que se não comer, sinto que fica a faltar qualquer coisa. Destes não me canso e são uma verdadeira tentação! Este ano a minha mãe veio passar o Natal connosco e só o cheirinho dos primeiros a sair do fogão, encheu-me de água na boca.
São feitos de abóbora bolina (que é uma abóbora mais doce e de um laranja mais acentuado) e têm a forma de bolinhos de bacalhau. Para além da abóbora levam ovos, açúcar, um bocadinho de farinha e canela. Cá nunca os vi. Já ouvi que há quem lhes chame filhoses mas nas imagens que o google me mostra não são em nada parecidos. Os que a minha mãe faz ficam molhadinhos por dentro (ficam diferentes consoante se esprema muito ou pouco a abóbora, depois de cozida) e simplesmente di-vi-nais!

9 feelings:

Daniela disse...

Aqui foram feitos pela avô do J e chamam se belharacos (ou será bilharacos?) e para alem desses ingredientes que mencionas levam nozes e pinhões no meio da massa :)



Vera disse...

Eu conheço por bolinhos de jerimu (será assim que se escreve?) e só provei pela primeira vez este ano e tb gostei muito!



Selma Tabita disse...

Nunca tinha visto nada parecido...mas têm cá um aspecto!! Nham! =)

Feliz 2013 para os quatro!



Raquel Úria disse...

Nunca tinha ouvido falar em abóbora bolina mas já fui investigar e descobri que é o mesmo que abóbora menina, a minha preferida! Gosto muito de cubos de abóbora menina agridoces em conserva mas esses bolinhos... é como diz a Selma: "têm cá um aspecto!". Achas que arranjas a receita da tua mãe direitinha, com as quantidades e tudo? Gostava de experimentar.



Kella disse...

A minha avo fazia-os muito bem e chamava-lhes vilharacos. Depois da sua morte, nunca mais os provei.



Débora disse...

A minha mãe faz a olho até obter a consistência que quer, sobretudo porque o resto dos ingredientes depende de quanto a abóbora está espremida, por isso é que ainda não aprendi a fazer!... Mas vou-lhe pedir se consegue dizer-me as quantidades aproximadas! :)



Anónimo disse...

Eu também conheço por bilharacos! =)

Beijinhos para os 4*
Tãnia Vieira*



InêsN disse...

Seja qual for o nome, parece-me maravilhoso!



InêsN disse...

Seja qual for o nome, parece-me maravilhoso!



Enviar um comentário