31 de janeiro de 2013

...

Eu ia escrever um post a lamentar-me do quanto estou cansada e exausta e ansiosa que esta barriga desapareça. De como cada manhã é uma tortura para me levantar, de como me doem todos os ossinhos deste meu corpinho em geral, e os da bacia em particular. De como todas as noites abro a cama a pensar "não, outra vez não". De como ontem tive consulta das 39 semanas, que afinal são 38, e de como tive uma conversa acesa com o médico porque ele é que sabe e eu é que sei e ele é que sabe e eu também tenho voto na matéria e eu sou hipertensa e eu já devia estar a parir e eu sou parva (ou quase) e eu posso ir de urgência para o hospital e depois aí quero ver quem é que manda aqui nisto tudo.

Eu ia escrever sobre estas coisas todas, mas é melhor ir ali passar aquela roupita a ferro e acabar mais umas fraldinhas de pano, que não me posso enervar, que sou hipertensa...

8 feelings:

Maria João disse...

Eu sei como são desesperantes as últimas semanas de gravidez, mas de nada te adianta estares enervada, por isso, tenta levar as coisas da melhor maneira, sei que não é fácil, mas pensa que já falta pouco.

bjs e coragem, minha querida,
MJ



ce. disse...

Olá :)

Como tinhas pedido,cá vai:


http://estebomfeeling.blogspot.fr/2012/10/25s-e-4d.html

Estás relembrada??

bjs

:p



Daniela disse...

Um beijinho grande.

O ultimo mes (sim... Pode ser mes, das 37 as 42) é mto duro... Mas num instante passa. Qdo menos esperares, puff!

Desejo te tudo de bom e um parto à tua medida***



Anónimo disse...

Olá Débora. Adoro o teu blog.
A última semana é mesmo difícil, mas pensa que está quase quase. Eu fui até às 41 e já não andava, rebolava. Mas tudo vale a pena!
Beijinhos grandes e coragem!
Rita



puPupiTu disse...

Bem lembrado, ce.

"39 semanas, que afinal são 38"? como assim?



Mariposa Colorida disse...

Eu da última vez andei grávida até às 40 s e 5 dias. Na altura já estava a ficar louca. Mas hoje, que sei que, provavelmente, nunca mais vou estar grávida, tenho saudades desse tempo.
Vi na barrinha que estás de 39 semanas! Uau!!!



Débora disse...

Oh, doce 2º trimestre! Obrigada, ce.! Eu sabia que este dia ia chegar mais tarde ou mais cedo... Se eu mandasse, uma gravidez não duraria mais que 6-7 meses! ;)

Mas, por estranho e contraditório que possa parecer, apesar de todos os desconfortos e todo o cansaço, eu não queria que o Gonçalo nascesse já, nem fazer nada que pudesse acelerar o parto! E foi isso que expliquei ao médico, daí a nossa conversa acesa porque ele era claramente da opinião contrária. O que até pode ter (e tem) o seu fundamento, mas há muitas formas de se colocar as cartas na mesa e não é pela arrogância que chegamos lá.
Eu sei que passa depressinha, mas é um misto de sensações: querer prolongar estes últimos momentos a 3 e aproveitar os últimos dias de Matilde-filha-única ao mesmo tempo que só quero que este desconforto termine (e ter o Gonçalo nos braços, claro!!).

Carla, são 39 pela data da última menstruação, mas menos 4 dias segundo a informação da 1ª ecografia. Esta última estimativa é a mais correcta e bate certo com as minhas contas ;)

Obrigada! Já estou mais animadita e este solinho também faz bem à alma :)



ce. disse...

:p

A minha filha nasceu no dia em que eu completava 42 semanas de gravidez. Nunca fiz nada para que fosse antes, para mim( quando a gravidez, a mãe e o bebé estão bem), nada se deve fazer para acelerar o parto.Quando ele tiver de ser, será!

Aproveita a barriga, a Matilde, cada segundinho...(como sabes) em breve vais ter saudades :)

Beijinho grande e que tudo corra muiiiiiiito bem



Enviar um comentário