25 de setembro de 2012

"Estou no lodo!"

Aqui há tempos fomos ao cinema ao Dolce Vita Tejo. Bilhetes comprados, decidimos ir buscar pipocas (mandem-se ao ar, atirem pedras, cinema para mim é com pipocas, ainda que o pacote fique praticamente vazio ainda antes de começar o filme) e lá estava uma rapariguita sozinha ao balcão, com 1976355 pessoas na fila, a suar por todos os poros. Quando finalmente chegou a colega para a ajudar, comentou: "Txi, estás no lodo?!" e eu não consegui deixar de sorrir :)
A expressão não é propriamente bonita, mas não podia ser mais apropriada e trouxe boas recordações de outros tempos. Enquanto andava na faculdade trabalhei em restauração, primeiro num centro comercial, naqueles quiosques de café que estão por lá espalhados e depois numa pastelaria. Ainda hoje, às vezes, sinto saudades do ambiente e do ritmo, sobretudo deste último sítio onde estive. Adorava servir à mesa. Mesmo!
Foi nessa altura que ouvi a expressão a primeira vez. Lembro-me de ficar a olhar com uma pinga, de pensar "estás onde?" e de me explicarem, como quem transmite toda a sua sabedoria: "estás no lodo quando tens louça por todo o lado, imensa coisa por fazer, clientes sempre a chegar... e não sabes para onde te hás-de virar primeiro!" Não tardou muito a experimentar a sensação ;)

Tudo isto para dizer que... neste momento eu também estou no lodo! O que não é necessariamente mau :)

2 feelings:

Raquel Úria disse...

Que giro, nunca tinha ouvido.
Força a sair do lodo!



ce. disse...

Então toca a sair do lodo, ou não :) pelos vistos até é coisa boa :)

Bjs



Enviar um comentário