10 de novembro de 2011

Era uma vez uma surpresa...




Estas imagens vieram daqui e ilustram na perfeição a surpresa que o Bruno tinha programada para me fazer, ontem. Já disse aqui que o trabalho do meu namorado é muito, muito chato. Aqui há tempos, vejam só, teve que ir andar de balão, coitadinho. Este ano decidiu aproveitar alguns dos contactos com que ficou nessa altura e íamos ao 15º Festival Internacional de Balonismo (em Alter-do-Chão, no Alentejo), a bordo de um dos balões concorrentes.
Fomos de véspera, passámos lá a noite e levantámo-nos às 6h15 da manhã, na esperança de podermos "voar" mas a chuva foi tanta que não houve balões para ninguém. Não dá para explicar como fiquei feliz quando percebi de que surpresa se tratava e como, depois, fiquei tão triste. Conta a intenção, é certo, e o suspense ao longo das duas semanas que precederam esta escapadinha, mas o que eu queria mesma era ter andado lá no alto. Para o ano, talvez. Resta-me continuar a sonhar... snif.

3 feelings:

Sofia disse...

Oh... que pena! Sim, o que conta foi intenção, que foi muito boa. :) Também gostava muito de experimentar andar de balão.



Sónia disse...

oh...pode ser que para o ano corra melhor!
Beijinhos



Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

:(



Enviar um comentário