4 de setembro de 2011

Ainda não chegou o Natal...

...mas eu já estou a treinar :) Nunca tinha feito nenhum doce na vida e nunca sequer tinha provado doce de cenoura, mas esta semana o Bruno chegou a casa com 10kg de cenoura já descascada e partida em pedaços e eu, sem espaço para congelar aquilo tudo, tive que lhe arranjar destino! A primeira coisa que me lembrei de fazer foi o delicioso bolo de cenoura com cobertura de chocolate (que foi o bolo de aniversário do Bruno em Junho e foi um sucesso), mas não gastaria assim tanta cenoura. Depois ocorreu-me fazer doce e, após confirmar que realmente existia (lol) procurei uma receita que me enchesse as medidas e pus mãos à obra. O resultado foi este:

Clicar para aumentar.
 

Quem provou aprovou :) e eu também!

Para quem quiser experimentar, eu ajudo:
A receita que usei foi esta, mas a triplicar, para usar muita cenoura (usei 2,4kg). Deu para encher 6 destes frasquinhos de azeitonas, que tenho vindo a guardar e acho que são perfeitos para o efeito! Vi-me negra para lhes tirar os rótulos... mas depois lembrei-me de os pôr em água a ferver e depositei a raiva toda que estava acumulada cá dentro (lol) e esfreguei-os, primeiro com uma faca e depois com esfregão de arame, como se não houvesse amanhã. Ficaram perfeitos! Digo isto porque o ano passado vi, em fóruns e blogs, muita gente à procura de frascos bons e em conta para os doces e não há nada melhor que reutilizar o que iria para o lixo e ainda por cima já está pago, certo? :)

Depois da árdua tarefa de lhes retirar o rótulo, tratei de os esterilizar muito bem (tampas incluídas) em água a ferver, no fogão. Há quem o faça na máquina da loiça, mas eu preferi jogar pelo seguro. Depois de pronto o doce, enchi os frascos, fechei-os e virei-os para baixo, até arrefecer. Li que assim se criaria vácuo e, não tendo a certeza, decidi fazer à mesma, já que mal também não fazia. Fiquei com pena de não termos ainda uma panela de pressão, porque li que também era boa ideia colocá-los uns minutos em água a ferver na panela de pressão (com um pano no fundo, para evitar que os frascos de partam ao ferver). Fica para a próxima.

Por fim, fiz um rótulo mimoso que colei com cola em batom e pus um laçarote :) Perdi algum tempo no google à procura de uma imagem gira e encontrei esta. Se quiserem usá-la, cliquem aqui :) 

E já está! Decidi escrever como fiz porque ainda pesquisei bastante sobre como fazer para garantir que os doces se conservam durante bastante tempo (veremos se consegui) e achei que poderia ser útil a mais alguém que estivesse com as mesmas dúvidas que eu. Uma coisa que também li em mais que um lugar mas me esqueci de fazer foi que se deveria secar muito bem os frascos depois de esterilizados... ups! :/


Fotografias cortesia do chefe, que também ajudou a fazer o doce :)

11 feelings:

Sabi disse...

Ontem também andámos a "compotar" cá em casa, mas foi com ameixa! Também nunca provei doce de cenoura, mas a avaliar pelas vezes que pedia para me fazerem xarope de cenoura, quando era miúda, devo gostar e muito :P Olha, eu costumo deixar os frascos dentro da máquina durante dois ciclos e depois ponho-os em água quente, ensaboada, durante uns minutos, caso ainda tenham algum bocado de rótulo ou cola... Esfrego um pouco e sai tudinho! Mas por acaso já reparei que os frascos de azeitona do pingo doce são dos mais difíceis de limpar!! Quanto a esterilizar, és como eu, eu também faço à maneira antiga e ponho em agua a ferver, a máquina ou o microondas não me convencem :D



Vera disse...

Hum! Quero ver se me vai calhar algum bocadito!



inesn disse...

Convém os frascos estarem bem secos, sim :)

(tem um óptimo aspecto!!)



..carlix.. disse...

Será que congelados perdem o seu sabor e qualidade? Muito bem! Também nunca fiz doces. Nem vou experimentar, os meus bolos deixaram de ficar bem :((( não sei porquê! E eu que fazia bolinhos tão bons... enfim. (o bolo de cenoura com chocolate é de chorar...aaiiii) Eu não reciclo frascos desses porque não compro azeitonas, mas ando a guardar caixas dos cereais, pacotes de leite, garrafas de plástico para fazer umas coisas giras e úteis que vi (para a casa nova!). Pronto, vá, podes mandar-me um frasquinho que eu gosto de doces caseiros.



Raquel Úria disse...

Também não sabia que se fazia doce de cenoura. Mas faz sentido. :)

E com tantos quilos, também podias ter feito pickles!

**



Maria Suzel disse...

humm, adooooooro!



Dina disse...

Nunca tinha ouvido falar de doce de cenoura...



Sofia disse...

Adorei, os frascos ficaram mesmo um miminho e o doce parece ter um óptimo aspecto. :)



Lacorrilha disse...

Ai. Doce de cenoura e laranja com amêndoas?
Como é que eu faço para me chegar um frasco desses cá a casa? LOL



Débora disse...

Vera e Lacorrilha... estes já foram! :)

Raquel, não sei fazer pickles, mas gosto muito! Um dia experimento, recomendas alguma receita em particular ou não tem grande ciência?



Raquel Úria disse...

Há várias, eu tenho um livro com receitas de conservas para todos os gostos, só que nunca experimentei com cenouras. Normalmente leva-se a ferver rapidamente. Já fiz abóbora-menina agridoce e, pode não parecer pelo nome, mas é meeesmo bom. Qualquer dia, vou ver se partilho uma receita que era da minha avó. Mas hoje em dia, com a internet, já se encontra tudo em casa e facilmente. De qualquer forma, se o teu doce souber tão bem como o aspecto que tem: fizeste a escolha certa.



Enviar um comentário