25 de fevereiro de 2011

Era para ser...




...para o telemóvel de uma amiga, mas desconfio que não cabe lá seja que telemóvel for, dado o seu reduzido tamanho. Tenho pena, porque gosto mesmo dela, mesmo assim minúscula. Mesmo tendo cortado um pouco acima dos cálculos que fiz, ficou demasiado estreita e, se não cabe o telemóvel imaginário que recortei, muito menos o real :) Podia dizer que foi tempo perdido, mas sei que não. Ganhei experiência, que, tenho aprendido, nestas andanças é muito importante. E tenho a certeza que a próxima que fizer, na medida certa, não vai ter os imensos defeitos que esta tem (costuras tortas e outros que só eu sei onde estão!). Hoje já não tenho tempo de a fazer para lho entregar este fim de semana (vamos todos ao Porto!) mas para a semana segue pelo correio.

5 feelings:

Lúcia disse...

Podes sempre guardar na mala com batons, ou canetas. Nada é tempo perdido, e olha que ficou muito engraçado.

Beijinhos



Raquel Úria disse...

Para lenços de papel!



Débora disse...

LOL! Lamento, acho que não estão bem a ver quão estreito ficou :) Não chega a 5cm de largura! Dá para um batom, mas canetas ou lenços de papel... ná!



Ana Margarida disse...

I-pod!



Débora disse...

Humm, se calhar dava para um i-pod!... :) De qualquer das formas, já tem dono, ficou para a minha mãe guardar a pen dela de acesso à internet.



Enviar um comentário