27 de agosto de 2010

Adeus Samora.

Samora tem sol, muito sol. Tem casas baixinhas e um parque para crianças a cada esquina. Tem a melhor padaria/pastelaria do mundo e arredores, onde costumo ir a pé e que tem sempre pão quentinho. Tem verde para onde quer que se olhe. Tem tanques da roupa municipais que funcionam e são usados. Tem cordas e roupa estendida no meio da rua. E, mesmo ao pé de nossa casa, temos um parque ribeirinho que nos faz as delícias desde que o tempo aqueceu e onde fizemos muitos lanchinhos a três.



Ainda agora chegámos e já vamos embora. Sei que vamos mudar para uma casa melhor, maior e mais perto de família, amigos e não só, mas ainda assim custa. Não nos cansamos de tudo o que Samora tem de bom e ainda não perdemos o amor aos meses que aqui estivemos os dois (os três!) a tapar buracos e a alisar e pintar paredes, nem às dores de cabeça a pensar quais as melhores soluções para arranjar a cozinha e a casa-de-banho, com um orçamento mais que limitado. E agora, que estava praticamente tudo ao nosso gosto (ainda nem foi há um mês que, por exemplo, pusemos estantes até ao tecto na dispensa), outro alguém virá disfrutar da mini-casa, enquanto nós vamos ter de começar do 0 novamente. Para não falar no pesadelo que é fazer mudanças. Deve ser por isso que a decisão custou e demorou muito a tomar. E deve ser por isso que hoje, ao começar a encaixotar as coisas, estou com um friozinho na barriga. É para melhor, repito para mim mesma (e sei que sim)... mas mudar custa sempre.

Fotografias dela e dele.

2 feelings:

stories behind objects disse...

Mudar, custa. É um facto. Por tudo. Mesmo que tenhas estado pouco tempo num sítio, ele faz parte da tua vida, de ti, e tem, nele, muito de ti. Mas vai ver que daqui a um tempo, já "vês" as coisas de outra forma. Pensa que é para melhor. E para além disso, vais passar a ter esta amiga (espero não estar a abusar do termo) mesmo aqui, à mão de semear :). Eu estou feliz com a tua mudança, finalmente vou ter uma amiga perto de mim e finalmente vou conhecer a Matilde, espero. Já sabes onde é a minha casa, por isso, sempre que quiseres, aparece :). E se precisares de ajuda com as mudanças, diz. :)



..carlix.. disse...

Parece que anda ai a onda da mudança-de-casa. Em 2 anos já mudei de casa 4x. Diversos motivos. E custa mudar. Principalmente quando já estás habituada e dentro do ritmo. Vai ser uma mudança para melhor (esperamos sempre que sim!)! :D *



Enviar um comentário