24 de novembro de 2009

Decidi(mos)...

...que seria vacinada. Não tanto pelo risco que corro se ficar doente estando grávida, mas por esta ser a única forma de a Matilde ter alguma imunidade à gripe até aos 6 meses, uma vez que só nessa altura poderá ser vacinada e até lá está protegida pelos anticorpos do leitinho (que só existirão se eu estiver vacinada). O meu desejo é que de facto tudo seja um grande drama da comunicação social e que esta seja a decisão mais acertada.

E a propósito disto:

Ele (enquanto me conta que foi fotografar o ministro-não-sei-quantos a ser vacinado): Txi, havias de ver a agulha que é! Ui! E aquilo entra tudo, é intramuscular! Ele nem conseguiu olhar, fez cá uma cara...
Eu: (silêncio)
Ele: Ah!... Mas não te preocupes, que aquilo não dói nada!

Pois claro.

3 feelings:

Deboraah13 disse...

Lol nao deve ter ajudado nada com essa discricao!



Selma Tabita disse...

É tudo um grande drama da comunicação social. Tanto a gripe como a vacina! Tb espero que seja a melhor decisão, embora seja da opinião contrária. Um beijinho para as duas! =)



Ana Rute Oliveira Cavaco disse...

Eu por acaso não vou ser vacinada, mas acho que isso cada um deve decidir.

Todas as semanas levo injecções intra-musculares e não é drama nenhum...já é hábito.



Enviar um comentário