8 de janeiro de 2009

Dois, no mínimo.

Três era o ideal.
Quatro também não era má ideia... um para cada estação do ano.
Mas pensando bem, ficamo-nos só pelos meses da Primavera.
Abril, Maio e Junho é que era.


Ele vai-me ouvindo e diz-me que sim, com um sorriso de quem quer dizer "quando chegares lá mudas de ideias".

Enquanto isso, eu vou sonhando (literalmente) e desejando que a hora chegue rápido. Porque sonhar não paga imposto. Ainda.

2 feelings:

Selma Tabita disse...

Tu por acaso estás a falar de filhos???



vita c disse...

na verdade, não sou tua conterrânea. mas que lhe tenho um amor imenso, como se fosse filha da terra, aí isso sim!



Enviar um comentário