3 de julho de 2008

Hoje.

Hoje poderia escrever um daqueles textinhos poéticos para expressar o quão frustrada comigo própria me sinto. Porque insisto em repetir os mesmos erros vezes sem conta, ainda que todos à minha volta me chamem à razão.

Hoje poderia escrever de mil e uma formas diferentes, quiçá com algum floreado, o que na verdade se resume numa só palavra:

...estupidez.

0 feelings:

Enviar um comentário