14 de junho de 2008

Para ti, querido amigo.

Ainda não é hora. Talvez amanhã, talvez para o ano que vem. Talvez quando for demasiado tarde, talvez não. Quando o meu coração disser que sim... eu volto. Para já, vou continuar no meu cantinho.

Um beijinho, com saudades de verdade*

0 feelings:

Enviar um comentário