25 de março de 2008

Saudades... de vestir preto.

Por incrível que pareça, este ano lectivo, tinha vestido o traje apenas duas vezes, em Outubro. Hoje, as saudades foram mais fortes... e voltei a trajar.

Vesti-me e encontrei a custo umas meias pretas no fundo da gaveta. Calcei os sapatos que, contra a minha vontade, agora têm capas novas, porque as outras já tinham desaparecido. Os sapatos que até já andaram com um tacão colado com super cola 3! Apertei a gravata cujo nó nunca aprendi a fazer, vesti o casaco e tracei a capa que já fingiu ser veterana.

Olhei-me ao espelho e voltei a sentir aquele friozinho na barriga.

Relembrei o orgulho que sentia de cada vez que saía à rua de preto. O prazer que tinha quando notava as pessoas a olhar... e a vontade de dizer a toda a gente que tinha conseguido. Que estava ali. Relembrei semanas após semanas em que só vestia uma roupa diferente ao fim de semana... e nunca me cansava. Relembrei o ter que lavar as camisas de um dia para o outro, e esperar que secassem. Relembrei os dias de chuva em que chegava à faculdade molhadinha até à roupa interior... e ainda assim, no dia seguinte voltava a trajar. Relembrei que nunca foi demasiado quente nem demasiado frio. Nunca foi apertado nem largo e muito menos desconfortável. Para mim, o traje era perfeito... e havia dias em que não me sentiria melhor com nenhuma outra roupa.

Hoje vesti o traje e voltei a passear-me de preto nos corredores da faculdade. Tinha saudades. Decidi que vou aproveitar o pouco mais de dois meses de aulas que me restam, guardar o resto da roupinha no armário... e trajar até mais não.

0 feelings:

Enviar um comentário